Frases Soltas: Filme - Extraordinário

15 de fevereiro de 2018

Filme - Extraordinário


Quem me conhece sabe que histórias de crianças, tanto na vida real, quanto na ficção, são o meu ponto fraco. Eu não resisto a um pedido deles com aqueles olhos de gatos de botas, e quando eu vejo uma criança sofrendo eu sofro junto, choro e fico pensando na história delas muito tempo depois de as ter conhecido.

Quando eu li o livro Extraordinário me senti exatamente assim, profundamente tocada, como se Auggie fosse uma das muitas crianças reais que fazem parte da minha vida. Não sei se o fato de eu ser mãe ajudou nesse sentimento, mas eu sentia que deveria protegê-lo, ele é um daqueles personagens que você quer guardar dentro de um potinho e cercar de amor.



Auggie sofre da síndrome de Treacher Collins, uma doença congênita rara que causa anomalias nos ossos do crânio. O garoto teve que passar por várias cirurgias para conseguir enxergar, ouvir e se alimentar normalmente, e quando ele completa 10 anos, sua mãe decide parar de protegê-lo do mundo e o matricula em uma escola.

Auggie então começa a lidar com todas as inseguranças que ele já tem sobre si mesmo agora num ambiente totalmente desconhecido, mas como ele é muito amado pela sua família, com o apoio deles e de alguns amigos verdadeiros, aos poucos ele vai conseguindo se adequar, mesmo passando por várias situações adversas.

Durante o filme, vamos acompanhando o dia a dia dele, vendo as batalhas que ele tem que travar não só com as pessoas preconceituosas que cruzam seu caminho, mas também consigo mesmo.

Mas não é só Auggie que está passando por situações adversas, todos os personagens ali estão travando uma batalha diária e o filme também aborda isso, seguindo o formato do livro que tem capítulos narrados pela irmã e pelos amigos do garoto, o que eu achei muito interessante, pois mostra como o seu problema pode afetar a vida de todos que estão ao seu redor.





Quando comecei a assistir ao filme eu já sabia que deveria ficar com uma caixinha de lencinhos do lado, afinal, foi assim durante a leitura, eu só não imaginei que em praticamente todas as cenas eu me sentiria assim, emocionada.

É impossível não se identificar com as várias situações que acontecem nessa história porque você acaba se vendo em cada uma delas, mesmo que você não sofra da doença de Auggie, você com toda certeza já sofreu bullying na escola, teve a confiança traída por alguém que você considerava amigo ou se sentiu sozinho mesmo rodeado de gente.

Essas situações fazem com que você se reconheça no personagem e relembre como é se sentir assim, insuficiente, e o engraçado é que são situações passíveis de acontecer quando você é criança e também quando você é adulto, ou seja, não tem como escapar rs

O filme é lindo, fala de superação, de otimismo, de amor, amizade e também mostra que pessoas podem mudar pra melhor se elas quiserem de verdade.

Assistam, leiam, ouçam, porque a história vai deixar seu coração quentinho <3



Ps: Tem trilha sonora gostosinha no Spotify <3 Vejam também o livro de Preceitos do Sr Browne <3



comentário(s) pelo facebook:

4 comentários:

  1. Oi Fla
    ainda n li o livro nem vi o filme
    qria mt ter ido ao cinema conferir mas n consegui ning p ir e esse eu n qria assitir sozinha (pra n sair de cara inchada, sozinha no shopping hehehe)
    mas qro mt conhecer a história no total!


    Bjoooos
    muitospedacinhosdemim.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Fernanda, procure sim porque vale a pena, mas se prepare pra chorar muito, a história é muito emocionante, tanto no livro quanto no filme :)

      Excluir
  2. Foi um dos melhores papéis de Jacob Tremblay. É definitivamente um dos meus atores favoritos. O papel que realizo em a Refém Do Medo é uma das suas melhores atuações,Na minha opinião, este foi um dos mehores filmes de terror que foi lançado. O ritmo é bom e consegue nos prender desde o princípio O filme superou as minhas expectativas, o ritmo da historia nos captura a todo o momento. Jacob Tremblay esta impecável. Ele sempre surpreende com os seus papeis, pois se mete de cabeça nas suas atuações e contagia profundamente a todos com as suas emoções.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ainda não assisti a Refém do Medo, mas com certeza vou procurar, Jacob é realmente maravilhoso, acho que ele será um dos atores mais promissores de Hollywood se decidir continuar sua carreira :)

      Obrigada por visitar meu cantinho!

      Excluir

Advertisement