Frases Soltas: Top 10 – Piores Leituras de 2016

30 de dezembro de 2016

Top 10 – Piores Leituras de 2016


01 – O Príncipe de Westeros e Outras Histórias

Sinopse: Com histórias de Joe Abercrombie, Gillian Flynn, Matthew Hughes, Joe R. Lansdale, Michael Swanwick, David Ball, Carrie Vaughn, Scott Lynch, Bradley Denton, Cherie Priest, Daniel Abraham, Paul Cornell, Steven Saylor, Garth Nix, Walter Jon Williams, Phyllis Eisenstein, Lisa Tuttle, Neil Gaiman, Connie Willis, Patrick Rothfuss e George R.R. Martin o livro traz contos que não são preto e nem branco, contos com todos os tons de cinza. 21 histórias com reviravoltas astutas e deslumbrantes nessa galeria de histórias de vilões que vão saquear seu coração e ainda deixá-lo mais rico a cada história.

Por que está na lista: Sinopse mais mentirosa da face da Terra, somente um vilão roubou meu coração, e foi o do conto do Patrick Rothfuss, de resto, contos arrastados que deram a impressão de estar caindo de paraquedas no meio de algum livro (exceto o da Gillian Flinn). Criei muita expectativa e achei péssimo! Livro infinito


02 – Trilogia dos Espinhos – Livro 2 – King of Thorns

Sinopse: A terra arde com o fogo de centenas de batalhas enquanto lords e pequenos reis lutam pelo Broken Empire. O longo caminho para vingar o massacre de sua mãe e irmão mostrou para o Príncipe Honorous Jorg Ancrath os atores por detrás dessa guerra sem fim. Ele viu o jogo e se comprometeu a varrer o tabuleiro. Primeiro, entretanto, ele deve reunir suas próprias peças, aprender as regras do jogo, e descobrir como rompe-las.

Por que está na lista: Arrastado demais, não segue uma linha cronológica, cheio de personagens com nomes muito diferentes, tudo muito confuso, parece que caímos de paraquedas. Livro infinito.



03 – Trilogia dos Espinhos – Livro 3 – Emperor of Thorns

Sinopse: O mundo está dividido e o tempo se esgotou completamente, deixando-nos agarrado aos dias finais. Estes são os dias que nos esperaram por todas as nossas vidas. Estes são os meus dias. Eu vou estar diante da Centena e eles vão ouvir. Vou tomar o trono, não importa quem está contra mim, se vivo ou morto. E se eu devo ser o último imperador, farei disso um final e tanto. A aclamada Trilogia dos Espinhos chega ao seu grande final, depois de termos acompanhado a dolorosa e surpreendente infância e adolescência de Jorg Ancrath em Prince of Thorns e King of Thorns, com todo o brilhantismo, charme, violência extrema e total crueldade deste egomaníaco romântico. Conforme Jorg cresce, seu caráter muda e ele parece encontrar algum equilíbrio em suas tendências sociopatas. Em Emperor of Thorns, vamos novamente tomando contato com as atribulações de Jorg e sua fixação em conquistar o Império Destruído com saltos entre o presente e o passado, assim como Mark Lawrence já havia feito no volume anterior. Com isso, vamos descobrindo, desvendando e nos surpreendendo com o mundo onde a história se passa e com as saídas e escolhas nada tradicionais ou lógicas que Jorg se vê obrigado a tomar em seu caminho ao trono. Prince of Thorns, King of Thorns e Emperor of Thorns formam uma das trilogias mais importantes da nova geração, que chega ao fim de forma brilhante e imprevisível, ao mesmo tempo cruel e poética, uma obra-prima de um novo grande autor.

Por que está na lista: O livro foi muito arrastado e cheio de passagens e personagens secundários que não acrescentaram nada á história. As últimas 100 páginas foram muito corridas, como se o autor quisesse terminar logo aquilo tudo. Livro infinito :/



04 – Harry Potter and The Cursed Child

Sinopse: Sempre foi difícil ser Harry Potter e não é mais fácil agora que ele é um sobrecarregado funcionário do Ministério da Magia,marido e pai de três crianças em idade escolar. Enquanto Harry lida com um passado que se recusa a ficar para trás, seu filho mais novo, Alvo, deve lutar com o peso de um legado de família que ele nunca quis. À medida que passado e presente se fundem de forma ameaçadora, ambos, pai e filho, aprendem uma incômoda verdade: às vezes as trevas vêm de lugares inesperados. Ansiosamente aguardado por milhões de fãs, o oitavo livro da saga de maior sucesso de todos os tempos chega às livrarias de todo o Brasil no dia 31 de outubro, em edições brochura e capa dura. Harry Potter e a criança amaldiçoada é a edição impressa do roteiro de ensaio da peça escrita por J.K. Rowling em parceria com Jack Thorne e John Tiffany, que está em cartaz em Londres e sepassa 19 anos após os acontecimentos narrados em Harry Potter e as Relíquias da Morte. Ponto forte: A oitava história, dezenove anos depois. Franquia de maior sucesso do mercado editorial mundial. Prateleira: Para novos e antigos fãs de Harry Potter e leitores de fantasia em geral.

Por que está na lista: Parece mais uma fanfic, não convence como a oitava história de Harry Potter. O único que se salva no livro é o filho do Malfoy, Scorpius.



05 – O Orfanato da Srt Peregrine Para Crianças Peculiares

Sinopse: Milhões de cópias vendidas em todo o mundo! Traduzido para mais de 40 idiomas! Eleito uma das 100 obras mais importantes da literatura jovem de todos os tempos Tudo está à espera para ser descoberto em "O orfanato da Srta. Peregrine para Crianças Peculiares", um romance que tenta misturar ficção e fotografia. A história começa com uma tragédia familiar que lança Jacob, um rapaz de 16 anos, em uma jornada até uma ilha remota na costa do País de Gales, onde descobre as ruínas do Orfanato da Srta. Peregrine para Crianças Peculiares. Enquanto Jacob explora os quartos e corredores abandonados, fica claro que as crianças do orfanato são muito mais do que simplesmente peculiares. Elas podem ter sido perigosas e confinadas na ilha deserta por um bom motivo. E, de algum modo - por mais impossível que possa parecer - ainda podem estar vivas. “Mesmo sem as fotos, esta seria uma história emocionante, mas as imagens dão um irresistível toque de mistério. A narração em primeira pessoa é autêntica, engraçada e comovente. Estou ansioso para o próximo volume da série!” RICK RIORDAN, autor da série Percy Jackson e Os Olimpianos. “Um romance tenso, comovente e maravilhosamente estranho. As fotos e o texto funcionam brilhantemente juntos para criar uma história inesquecível.” JOHN GREEN, autor de A culpa é das estrelas. “Vocês têm certeza de que não fui eu quem escreveu esse livro? Parece algo que eu teria feito...” TIM BURTON

Por que está na lista: Super Hypado, mas muito infanto juvenil e cheio de pontas soltas. Fora que o “triângulo amoroso” foi muito estranho pra mim :/


06 – Como Eu Era Antes de Você

Sinopse: Aos 26 anos, Louisa Clark não tem muitas ambições. Ela mora com os pais, a irmã mãe solteira, o sobrinho pequeno e um avô que precisa de cuidados constantes desde que sofreu um derrame. Sua vidinha ainda inclui o trabalho como garçonete num café de sua pequena cidade - um emprego que não paga muito, mas ajuda com as despesas - e o namoro com Patrick, um triatleta que não parece muito interessado nela. Não que ela se importe.
Quando o café fecha as portas, Lou é obrigada a procurar outro emprego. Sem muitas qualificações, consegue trabalho como cuidadora de um tetraplégico. Will Traynor tem 35 anos, é inteligente, rico e mal-humorado. Preso a uma cadeira de rodas depois de ter sido atropelado por uma moto, o antes ativo e esportivo Will agora desconta toda a sua amargura em quem estiver por perto. Sua vida parece sem sentido e dolorosa demais para ser levada adiante. Obstinado, ele planeja com cuidado uma forma de acabar com esse sofrimento. Só não esperava que Lou aparecesse e se empenhasse tanto para convencê-lo do contrário. Uma comovente história sobre amor e família, Como eu era antes de você mostra, acima de tudo, a coragem e o esforço necessários para retomar a vida quando tudo parece acabado.

Por que está na lista: Mocinha boba que vive em função de todo mundo e não cuida nem um pouco de si mesma. Vive acomodada na mesma situação de vida e não faz nada pra mudar, o meso acontece com a sua vida amorosa, está com um cara que não tem nada em comum com ela, sem saber o porquê, mas não o larga :/



07 – Depois de Você

Sinopse: Quando uma história termina, outra tem que começar.
Com mais de 5 milhões de exemplares vendidos em todo o mundo, Como eu era antes de você conta a história do relacionamento entre Will Traynor e Louisa Clark, cujo fim trágico deixou de coração apertado os milhares de fãs da autora Jojo Moyes. Em Depois de você, Lou ainda não superou a perda de Will. Morando em um flat em Londres, ela trabalha como garçonete em um pub no aeroporto. Certo dia, após beber muito, Lou cai do terraço. O terrível acidente a obriga voltar para a casa de sua família, mas também a permite conhecer Sam Fielding, um paramédico cujo trabalho é lidar com a vida e a morte, a única pessoa que parece capaz de compreendê-la. Ao se recuperar, Lou sabe que precisa dar uma guinada na própria história e acaba entrando para um grupo de terapia de luto. Os membros compartilham sabedoria, risadas, frustrações e biscoitos horrorosos, além de a incentivarem a investir em Sam. Tudo parece começar a se encaixar, quando alguém do passado de Will surge e atrapalha os planos de Lou, levando-a a um futuro totalmente diferente.

Por que está na lista: Sabe quando você espera ansiosamente que uma continuação seja melhor do que o livro original? Quando você cria expectativas que a mocinha tenha aprendido alguma coisa com a sua primeira experiência catastrófica e finalmente faça algo de bom com a sua vida? Então, foi o caso aqui, infelizmente nada disso aconteceu, a mocinha continuou boba e vivendo em função de outras pessoas :/


Foto do blog Leitora Cretina

08 – Sempre Irresistível

Sinopse: Um casal apaixonado, um casamento perfeito, uma atração avassaladora e apenas uma preocupação: cuidar do bebê. Christina Hobbs e Lauren Billings, conhecidas pelo pseudônimo de Christina Lauren, causaram um grande impacto com seu Cretino irresistível, o primeiro volume da série. O livro entrou nas listas de best-sellers do USA Today e do The New York Times, e em sua primeira semana alcançou as listas de mais vendidos do Brasil. Depois de arrebentarem a noite de Nova York com seu apetite sexual insaciável, Sara Dillon e Max Stella, de Estranho Irresistível, estão de volta. Após a relação tomar novos rumos, o casal acostumou-se rapidamente a trocar fraldas e a acordar de madrugada para acalmar a pequena Annabel. Conseguir uma noite a sós parece impossível sem nenhuma ajuda, por isso Max e Sara confiarão aos seus melhores amigos a missão — aparentemente simples — de cuidar da bebê.

Por que está na lista: O casal mais chato da série do cretino irresistível está de volta e agora eles tem um bebê. Achei que seria interessante ver eles conciliando essa nova vida de pais com os fetiches que eles sempre tiveram, mas achei tão bobo. Desnecessário sabe? Não achei divertido como os outros livros da série :/

Foto do blog Retrô Chic

09 – Crossfire – Livro 5 – Todo Seu

Sinopse: Gideon Cross. A coisa mais fácil que já fiz foi me apaixonar por ele. Aconteceu instantaneamente, de forma completa e irrevogável. Casar com ele foi um sonho realizado. Continuar casada com ele é a maior batalha da minha vida. O amor transforma, e o nosso é um refúgio e também a pior tempestade. Duas almas danificadas que se entrelaçaram.
Nossos votos foram apenas o começo. Lutar por esse casamento pode nos libertar... ou nos separar de vez. Sedutor e comovente, Todo Seu é a última parte da saga Crossfire, uma história de amor que cativou milhões de leitores ao redor do mundo.

Por que está na lista: Livro totalmente desnecessário, cheio de DR’s e drama. Se a autora tivesse parado no último livro teria sido melhor. Esse volume me deu a impressão de que foi só mais um meio de ganhar mais dinheiro com a história, tanto que nem me dei ao trabalho de fazer resenha pra ele :/


10 – O Homem Que Caiu na Terra

Sinopse: O Homem que Caiu na Terra tornou-se um verdadeiro clássico da literatura e uma das mais refinadas, sutis e delicadas ficções científicas já escritas. Publicado originalmente em 1963, ganhou reconhecimento em todo o planeta com a adaptação para o cinema dirigida por Nicolas Roeg em 1976. O filme também marcou a estreia de David Bowie no cinema encarnando o protagonista alienígena - para quem o papel parecia ter sido especialmente pensado (o que não foi o caso): um ser andrógino, impúbere, alto para os padrões terráqueos, delicado, magro, polido e que tenta se adaptar à vida terrestre para sobreviver entre os humanos. Thomas Jerome Newton veio de Anthea para a Terra em uma missão desesperada para salvar os poucos habitantes que ficaram em seu longínquo e desconhecido planeta. Para isso, precisa construir aqui uma nave que possa trazer os 300 de sua espécie que ainda vivem em um planeta onde a água acabou e os recursos são cada vez mais escassos. Com conhecimento e inteligência muito superior aos humanos, Newton logo se torna um bem sucedido empresário do ramo de patentes tecnológicas e também descobre a solidão, o desespero e o álcool - criando uma delicada parábola sobre as mudanças que estavam ocorrendo entre os anos de 1950 e o início da Guerra Fria. Escrito com vigor e com uma prosa carregada de tensão poética, Walter Tevis produziu uma das ficções científicas mais realistas sobre um alienígena que vai absorvendo o dia a dia, o jeito e os vícios humanos pouco a pouco. Realista o suficiente para se tornar uma metáfora daquilo que todos nós carregamos: uma indescritível angústia e solidão existencial.

Por que está na lista: O Homem que Caiu na Terra não foi um livro ruim, ele é cheio de críticas á nossa sociedade consumista e a história foi muito bem desenvolvida, porém, sabe quando você pega um livro pra ler cheio de expectativa e nada de muito significativo acontece? Então, foi o caso aqui. Eu esperava coisas grandiosas, mas acabei me deparando com uma narrativa deprimida, muito interessante, mas deprimida L



comentário(s) pelo facebook:

Nenhum comentário:

Postar um comentário