Frases Soltas: Literatura - Golem E O Gênio - Uma Fábula Eterna

10 de outubro de 2016

Literatura - Golem E O Gênio - Uma Fábula Eterna


Chava é uma Golem, criada por um homem solitário e mesquinho, com o objetivo de ser sua serva e esposa. Ela foi evada á Nova York de navio, e despertada antes de chegar ao seu destino. Por uma adversidade da vida seu amo morre, e antes que ela pudesse conhecer algo do mundo ela vai parar numa cidade estranha, ouvindo os pensamentos e desejos mais profundos de todos ao seu redor.

Ahmad o Gênio foi despertado pelo latoeiro Arbeely sem querer, enquanto ele tentava consertar uma antiga lâmpada de uma vizinha. O Gênio (Djim) despertou ensandecido, querendo saber quem foi o responsável pela sua prisão, e só depois de muito tempo aceitou sua condição de prisioneiro, descobrindo que havia passado centenas de anos ali (mil anos), portanto, nunca mais iria encontrar seu captor.




O caminho da Golem e do Gênio se cruzam, e juntos eles vão descobrir mais sobre si mesmos e sobre a humanidade. Inicia-se aí uma amizade improvável devido á natureza dos dois, a golem um ser de barro feita para servir, e o gênio, um ser mitológico e livre, um espírito de fogo.

Mitologia judaica e mitologia árabe se misturam nessa história, tendo como cenário a interessantíssima Nova York do final do século XIX, uma leitura densa, de ritmo mais lento, mas rica em detalhes, que nos faz saber mais sobre essas duas culturas tão distintas e refletir muito sobre a nossa humanidade.

Confesso que tive uma relação de amor e ódio como o gênio, talvez pelo fato dele ser um sedutor e eu gostar de mocinhos mais certinhos, ou talvez pelo fato dele não ligar muito para as conseqüências das suas atitudes. Senti ele meio ingrato com o seu benfeitor Arbeely e muito impulsivo. Eu entendo que ele não está acostumado com a humanidade, mas eu gostaria que ele tivesse sido mais compreensivo e levasse em conta que poderia prejudicar não só a ele mesmo, mas também outras pessoas que o estavam ajudando.




Já Chava eu achei fantástica, os diálogos profundos entre ela e o rabi (o rabino que a encontrou e a ajudou quando ela estava perdida) me tocaram profundamente, e me peguei torcendo pra que ela conseguisse se adaptar bem á sua nova vida.

Este livro entrou pra minha lista de melhores da vida, toda a mitologia contida aqui é muito rica, mesmo tendo um ritmo mais lento, a leitura te prende, te faz viajar no universo, e você nem sente o tempo passar. Este é um dos poucos livros que eu tenho vontade de reler.

Indico muito, mas pra ler sem pressa, pra se perder na história com calma, e descobrir um universo maravilhoso e rico.

Obs: Capa mais linda, enche os olhos e deixa a estante maravilhosa com essa lombada a vista!



comentário(s) pelo facebook:

Nenhum comentário:

Postar um comentário