Frases Soltas: Literatura – Academia Jedi – Livro II - O Retorno de Padawan

5 de setembro de 2016

Literatura – Academia Jedi – Livro II - O Retorno de Padawan


Mais um ano começa na Academia e Roan está empolgadíssimo, afinal este ano ele vai começar a ter treinamento para pilotar caças estelares e quem sabe assim realizar o seu sonho de ser um piloto Jedi.

O que parecia ser um início de ano maravilhoso muda completamente quando Roan começa a se desentender com seus amigos e se aproximar de uma turma que fazia bulliyng com ele no primeiro ano.




Sentindo falta de seus amigos, a sua válvula de escape passa a ser os estudos, pois um dos professores está pegando no seu pé e ele está tirando notas ruins.

Nada parece dar certo para Roan este ano, e está cada vez mais complicado pra ele entender os motivos que fizeram com que as coisas mudassem pra pior tão drasticamente, no entanto, ele não dá o primeiro passo pra mudar a situação, não vai falar com Pasha e Gaiana para fazer as pazes e essa galera nova e sinistra com quem ele está andando está querendo levá-lo para o lado negro da Força, sendo assim, ele terá que usar toda a sua força de vontade para fazer o que é certo e se manter no caminho do bem.




Quando li o primeiro quadrinho da Academia Jedi me apaixonei instantaneamente pela história, foi amor de verdade por Roan e suas aventuras na escola, seus amigos e um mestre Yoda todo engraçadinho e atrapalhado. O fato de ser um quadrinho me encantou mais ainda, pois deixou a leitura mais rápida e divertida.

Então não foi a toa que eu comecei a ler o segundo volume cheia de expectativas, mas infelizmente não curti tanto esse, achei que Roan foi um pouco injustiçado por seus amigos, pois caiu só sobre ele a culpa de não ter corrido atrás, de não tê-los procurado quando eles também poderiam ter dado o primeiro passo e mudado a situação.




O orgulho e a forma errada que todos nós já tivemos em lidar com situações desconfortáveis são muito abordados nesse volume, e trás uma boa moral quando nos mostra que deixar as coisas mal resolvidas nunca é bom, e que quando existe um problema, sempre é bom conversar e tentar resolver.

Vou esperar pelo próximo volume com menos expectativas, quem sabe assim gosto mais, porque nesse Pasha e Gaiana foram muito chatinhos, honestamente, a turma do lado negro estava mais interessante.



comentário(s) pelo facebook:

Nenhum comentário:

Postar um comentário