Frases Soltas: Crítica/ Filme - Peter Pan (2015)

19 de maio de 2016

Crítica/ Filme - Peter Pan (2015)



Quando bebê, Peter foi deixado por sua mãe em um orfanato de Londres, tendo como lembrança dela somente um bilhete e um cordão com pingente de flauta.

Alguns anos se passaram e Peter como qualquer outro menino curioso, decide investigar o sumiço de comida que está intrigando seus colegas. No meio da investigação, Peter e mais alguns garotos são sequestrados por piratas e levados para a Terra do Nunca onde o terrível pirata barba Negra os escraviza para trabalhar em sua mina procurando por pó de fadas.


Mas Peter acaba se envolvendo em uma confusão onde é acusado de roubo, e a punição para um crime como este é a caminhada na prancha, que fica na beira de um abismo.



Quando Peter é empurrado por Barba Negra (com um coice) e está prestes a bater no chão, algo acontece e o menino voa, causando espanto não só nos mineiros que observavam a cena, como nos piratas que percebem naquele momento, que Peter é na verdade o Escolhido de uma profecia, e que tem como destino acabar como o reinado do pirata Barba Negra.



Com a ajuda de um mineiro chamado Gancho, Peter foge para encontrar uma tribo perdida que luta há anos contra Barba Negra, uma tribo colorida que me remeteu aos espetáculos do Cirque Du Solei devido aos seus pulos em camas elásticas e balanços em galhos e cordas.



Quando Peter, Gancho e Smee (Smeagal!!!) chegam na tribo, Pan descobre que será cobrado não só por ser o Escolhido, mas também pela responsabilidade ser filho da maior guerreira que já existiu na Terra do Nunca.

Uma das coisas que eu achei interessantes nesse filme é que ao contrário dos outros sobre a vida de Peter, este não é um remake, na verdade ele é um prequél, que conta as origens de Pan e como ele se tornou o líder dos meninos perdidos. Wendy e seus irmãos não estão presentes nesse filme, e encontramos um Capitão Gancho quase honrado e destemido, digno de qualquer herói, ou melhor, anti herói.


Hugh Jackman está fantástico como o pirata Barba Negra, e a trilha sonora que fazia parte do núcleo pirata com músicas do Nirvana e Ramones me surpreenderam. Sem dúvida é um dos melhores filmes de aventura que eu assisti recentemente. Se eu soubesse que iria gostar tanto, teria ido assistir no cinema, pois achei o roteiro e a fotografia do filme maravilhosos!

Super indico e recomendo dar uma passada no site oficial do filme que é super interativo!


comentário(s) pelo facebook:

Nenhum comentário:

Postar um comentário