Frases Soltas: Crítica/ Filme: Maze Runner - Prova de Fogo

21 de outubro de 2015

Crítica/ Filme: Maze Runner - Prova de Fogo



Prova de Fogo começa exatamente no ponto onde terminou Correr ou Morrer, com os nossos trolhos sendo resgatados pela resistência ao C.R.U.E.L. Eles são levados para um alojamento, onde descobrem que o Labirinto onde viveram não era o único, e que várias crianças e adolescentes que se encontram nesse alojamento, também estavam participando do projeto do C.R.U.E.L.

Thomas está desconfiado de que nada naquele lugar é realmente o que parece. Primeiro porque Teresa está sendo mantida separada dos seus amigos, tendo de passar por vários testes físicos e laboratoriais, sem permissão de contato com nenhum dos garotos e segundo pela história do sorteio de alguns moradores desse alojamento, que serão levados para uma colônia livre do Fulgor, um lugar onde as pessoas podem viver em segurança, (o que me lembrou muito o filme A Ilha).






As desconfianças de Thomas passam a ter fundamento quando um dos Clareanos de um Labirinto onde só tinha garotas, mostra para Thomas que na verdade, as pessoas que são sorteadas são dopadas e vão parar em um galpão, onde seus corpos ficam pendurados no teto por ganchos enquanto seu sangue é drenado por máquinas para experimentos. Thomas reúne seu grupo, resgata Teresa e foge, em busca de um lugar seguro.






Se você for ao cinema esperando encontrar uma adaptação fiel ao livro do James Dashner, melhor nem comprar o ingresso. Sério, não fiz essa afirmação para causar impacto, mas sim para já te prevenir de que se você for assistir ao filme, seja no cinema ou na tranquilidade da sua casa, vai se deparar uma história completamente diferente daquela que você leu.

O filme é repleto de cenas de ação e efeitos especiais de tirar o fôlego. Os crancks ficaram perfeitos, várias das cenas de sustos que existiram no longa, foram causadas por eles. E mesmo tendo um enredo diferente do livro, a história continua interessante. É como ter duas versões de uma história que te cativa, a original e a fanfic. Fizeram dessa mesma forma com o filme do Hobbit e eu achei que a adaptação ficou maravilhosa.

Saí do cinema com vontade de correr pra ler o último livro (A Cura Mortal) e um pouco decepcionada porque a estreia do último filme só ocorrerá em 2017! Um dos fatos tristes de se apaixonar por trilogias, séries e sagas é ter que esperar por tanto tempo pela continuação. Isso vale tanto pra livros quanto pra filmes. Sad sad little girl L

Segue o trailer do filme:


Se quiser conferir as resenhas dos livros, é só clicar no link abaixo:




comentário(s) pelo facebook:

Nenhum comentário:

Postar um comentário