Frases Soltas: Exposição - Picasso e a Modernidade Espanhola

1 de junho de 2015

Exposição - Picasso e a Modernidade Espanhola

Praticamente arrastei o marido pra essa exposição comigo, porque eu sempre morri de curiosidade pra ir a uma exposição de arte e porque não é sempre que você tem a oportunidade de ver um Picasso de perto (sem trocadilhos rs). Então, as impressões que vocês vão ler aqui são de uma pessoa totalmente leiga neste assunto.

Fomos num sábado à noite, depois das 18 horas, não pegamos fila, entramos direto. O museu por si só já é muito interessante, a arquitetura é muito bonita, fiquei encantada com o lugar, mesmo sendo localizado num ponto da cidade que pode ser considerado um tanto quanto largado. Principalmente à noite, dá um pouco de medo andar pelo centro, com as sua ruas escuras, cheiro de urina, povoada por moradores de rua.

Mas voltando à exposição, diversas salas do museu abrigam as obras de arte, passamos por várias fases de Picasso, admirando vários de seus esboços e quadros, sempre cheios de nudez, sexo e elementos míticos como o Minotauro, seu alter ego.

Infelizmente não é permitido tirar fotos, mas seguem algumas imagens retiradas do site do museu com alguns dos quadros que estão expostos:

Cabeza de caballo. Boceto para “Guernica” - 1937

Femme assise accoudée - 1939

Guernica - 1937
Minotauro Cego sendo Guiado por uma Criança a Noite - 1934

Logo em seguida dos quadros de Picasso, pudemos observar os quadros e esculturas de artistas espanhóis, que comporta artistas como Miró e Salvador Dalí. E foi observando as obras espanholas que eu me apaixonei perdidamente por Miró. Fique encantada com as suas obras e o que elas me fizeram sentir. Tanto que vou na exposição dele em breve.


Cabeça e Aranha 1925


Gostei muito da exposição, me senti num filme, com salas em completo silêncio e pessoas super concentradas admirando os quadros. Algumas sabiam sobre a grandiosidade do que estavam vendo, outras diziam que qualquer criança com tinta faria igual, mas a beleza do lugar, a beleza dos quadros me fizeram pensar em quanto de empenho e tempo cada artista deve ter dedicado ao seu trabalho. Picasso tem quadros e esboços interessantes, achei ele um tanto pervertido com tantas menções a bacanais e surubas com minotauros e cavalos, ainda sim gostei muito de ver os quadros. Mas o presente que eu ganhei foi Miró, que virou meu grande amor.

A Exposição está em cartaz no CCBB (Centro Cultural do Banco do Brasil) que fica próximo ao Metrô São Bento, dá pra ir a pé tranquilo, uns 10 minutinhos de caminhada. Ficará em cartaz até o dia 08/06/2015, então corre que dá tempo!

Imagens retiradas daqui e daqui.

comentário(s) pelo facebook:

Nenhum comentário:

Postar um comentário