Frases Soltas: Dia Internacional do Livro - Falando Sobre o Vício

23 de abril de 2014

Dia Internacional do Livro - Falando Sobre o Vício


Hoje comemoramos o Dia Internacional do Livro, e pra celebrar esse dia, vou contar pra vocês um pouco sobre o meu vício em leitura J

Desde muito pequena sou apaixonada por leitura. Os livros sempre foram minha válvula de escape. Quando criança, vivia enfurnada na biblioteca, ia pelo menos duas vezes por semana porque lia os livrinhos em no máximo dois dias. Pra vocês terem uma idéia, as bibliotecárias me chamavam pelo nome, porque eu era figurinha carimbada no lugar, quase uma mascote.

Esse hábito não era só centrado nas bibliotecas públicas, eu também freqüentava o ônibus biblioteca que encostava uma vez por semana perto de casa e a biblioteca da escola era meu refúgio secreto, uma vez que eu nunca fui uma criança muito sociável.

Eu sempre li em todos os lugares possíveis e imagináveis, desde banco de praça, até em pé no ônibus. Sabe aquela mulher que você viu em pé na lotação, tentando se equilibrar enquanto lia um tijolão das Crônicas de Gelo e Fogo (Game Of Thrones)? Pois então, provavelmente era eu.

Já fugi pro banheiro do trabalho pra ler, já fingi que tinha que estudar pra ler, já deixei de assistir filmes, comer e ter interações sociais pra terminar um livro querido. Hoje equilibro melhor isso.

Estou reformando minha casa e já deixei um espacinho pra fazer uma mini biblioteca com os meus livros preferidos, que vão dos clássicos até as distopias atuais.

Compro pela internet, mas também adoro ir a uma livraria olhar as capas, folhear as páginas e escolher minha próxima leitura. A Bienal é o paraíso pra mim, chego de manhã com as crianças e só vou embora á noite, perto de terminar.

Eu influencio meus filhos sempre que posso, sem obrigar é claro, porque acho que a leitura deve ser prazerosa. Tudo que é feito por obrigação é cansativo e chato, e olha, de chatice eu entendo! Felizmente essa influência tem sido promissora, minha filha mais nova tem devorado livros, assim como eu, e meu filho tem lido bastante, no ritmo dele é claro, mas ainda sim, está lendo e gostando das histórias, acho isso muito importante.  
 
Sou viciada em leitura, mas não sou uma louca que deixa tudo de lado pra ler. Ainda vou ao cinema, ainda namoro com meu marido, ainda brinco com meus filhos, enfim tenho uma vida saudável. O tempo que eu dedico à leitura varia de 1 a duas horas por dia, ou seja cerca de 100 a 150 páginas diárias de um livro físico, se for no Kobo, leio mais J. Vida de bookaholic é assim, e apesar do vício ser em algo saudável, temos que tomar cuidado pra não virar algo que nos impede de curtir outras coisas da vida.

Esse texto ficou enorme! Sempre escrevo textos grandes quando falo sobre algo que eu amo. Livros são minha paixão, sempre foram, sempre vão ser.

Um Feliz Dia Internacional do Livro!




comentário(s) pelo facebook:

Nenhum comentário:

Postar um comentário