Frases Soltas: Citando 28# - Citações do Livro Sangue de Tinta – Cornélia Funke

3 de agosto de 2013

Citando 28# - Citações do Livro Sangue de Tinta – Cornélia Funke


Foto Google Imagens
“Da morte não havia regresso, nem mesmo para criaturas que haviam sido criadas somente com palavras.” Página 38

“As histórias nunca tem fim... embora os livros gostem de nos enganar a esse respeito. As histórias sempre continuam, não terminam com a última frase, assim como não começam com a primeira.” Página 52

“Não é estranho como um livro fica mais grosso depois de ser lido várias vezes... Como se a cada vez ficasse algo grudado entre suas páginas. Sensações, pensamentos, ruídos, cheiros... E então, quando folheia novamente o livro depois de muitos anos, você descobre a si mesmo ali, um pouco mais novo, um pouco diferente, como se o livro tivesse guardado você, como uma flor prensada, estranha e familiar ao mesmo tempo.” Página 53

“Estranho que um coração não parasse de bater quando doía tanto.” Página 109


“A morte é o grande silêncio. Diante da porta que ela fecha atrás de nós, até mesmo os poetas não tem palavras.” Página 189

comentário(s) pelo facebook:

Nenhum comentário:

Postar um comentário