Frases Soltas: Resenha: O Destino do Tigre

22 de abril de 2013

Resenha: O Destino do Tigre

Tá, acabei o livro. E agora o que eu faço com a sensação de que fiquei órfã?

Você já se sentiu assim em relação a algum livro que gostasse muito? É ruim não é? Ainda mais quando se é uma pessoa que lê demais. Eu não sei se dou um tempo na leitura, pra curtir tudo que aconteceu com os meus personagens preferidos nesse livro, ou se eu já engato em outra leitura completamente diferente pra preencher o vazio.

No começo do livro, Kelsey está presa e tem que fingir ser uma pessoa que não é para ganhar tempo até que seus tigres a encontrem e a resgatem. Lokeshe se mostra um anfitrião malévolo e se aproveita de todas as oportunidades que tem para demonstrar seu poder a Kelsey.

Felizmente ela é resgatada pelos tigres pouco antes de ser forçada a se casar com seu algoz, e ela parte então em busca do quarto presente de Durga, com a esperança de que ao ficar de posse de todos os artefatos sagrados, a maldição dos tigres seja quebrada.

Neste livro eles enfrentam muitos desafios, uma floresta de fogo, irmãos gêmeos malévolos e egoístas, uma quimera, uma guerra, um demônio, mas a grande parte da luta deles é interna, contra seus sentimentos, contra suas atitudes e escolhas, enfim, contra eles mesmos.

Chorei lendo alguns capítulos em que um personagem muito importante morre, chorei ao ver que eles teriam que deixar partir alguém que é uma parte importante de todos eles, alguém que sempre vai estar presente em seus corações e chorei ao ver Kelsey se sentir desamparada, triste e com saudades dos seus pais que tinham falecido.

Sempre choro lendo os livros da Collen, sou emotiva por natureza, mas as cenas tristes que ela descreve me envolvem, me tocam e me emocionam. Aliás, sou envolvida pela história toda.

Sei que vai ter um quinto livro chamado “O Sonho do Tigre” que está com previsão de lançamento pro final deste ano nos Estados Unidos, mas independente de outro volume sobre meus tigres preferido, a história deles pra mim acabou no Destino do Tigre. Todas as pontas soltas dessa história foram muito bem amarradas neste volume, e eu fiquei muito feliz por Kelsey finalmente ter escolhido um dos dois e começar a construir a sua felicidade.

A saga dos Tigres é linda, o triângulo amoroso é cheio de sentimentos verdadeiros, os personagens são profundos e a história tem muita aventura ao estilo Indiana Jones. Na minha opinião, a combinação desses elementos deixou a história perfeita.






Pra ver a resenha dos outros volumes da saga e algumas citações é só clicar nos links abaixo








comentário(s) pelo facebook:

2 comentários:

  1. compartilhamos do mesmo sentimento =(
    eu vi no dia seguinte quando foi lançado, e ja corri pra livraria comprar...e nao deu outra, devorei o livro em duas tardes...
    e a paixao foi tanta, que antes de sair o ultimo livro...ja tinha tatuado em mim um tigre, com um olho azul e outro cor de fogo hehe
    é amor d+, conquistaram meu coração, e desde entao amo tigres...
    bjs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Jessica!

      Sério que vc tatuou um tigre? Eu tenho duas tattoos com os nomes dos meus filhos e do meu marido. Quero fazer uma literária no final do ano, mas ainda não escolhi o desenho, to buscando inspiração.

      Essa série de livros é muito linda mesmo, espero que o próximo livro seja uma história feliz, tenho a sensação que vai falar sobre o Kishan.

      Beijinhos

      Excluir