Frases Soltas: Resenha: As Crônicas do Subterrâneo - Livro 1 - Gregor, O Guerreiro da Superfície

15 de abril de 2013

Resenha: As Crônicas do Subterrâneo - Livro 1 - Gregor, O Guerreiro da Superfície


Gregor é um garoto de 11 anos que vive em Nova York. Ele mora num prédio humilde junto com suas duas irmãs mais novas, uma avozinha doente que tem lapsos de memória e uma mãe batalhadora.

A vida de Gregor não é fácil, seu pai está desaparecido há pouco mais de dois anos e sua mãe conta com a sua ajuda para cuidar das suas irmãzinhas e de sua avó, enquanto ela ganha o sustento de todos.

Nas suas férias de verão, Gregor deixou de ir para o acampamento para crianças que sempre ia, mesmo ansiando por isso, porque o garoto sabia que sua avó já estava muito velhinha para cuidar de Boots, sua irmã de dois aninhos, e numa atitude altruísta (a primeira de muitas) resolveu ficar para ajudar sua mãe.

Sem muita coisa pra se fazer no apartamento, Gregor vai com Boot’s para a lavanderia, ajudar com a lavagem das poucas roupas que eles têm, e Boots, no meio de suas estripulias, cai pelo duto de ventilação. Gregor fica desesperado e entra no duto atrás de sua irmãzinha, e depois de uma queda que parecia não ter fim, eles caem num mundo subterrâneo, repleto de baratas gigantes.



Boots logo faz amizade com os insetos rastejantes, enquanto Gregor entra em pânico por nunca ter visto baratas tão grandes na vida!

Temp, uma das baratas gigantes, se encantou com Boots e resolve levá-los até os humanos, para ver se eles conseguem ajuda para voltar pra casa. Quando finalmente eles saem do túnel, Gregor se depara com um mundo fantástico, onde seres humanos de pele muito branca e olhos violeta montam morcegos gigantes.
Apesar da arrogância de alguns membros da realeza, Gregor e Boots conseguem se enturmar e conhecer um pouco mais da história daquele lugar tão diferente. E é descobrindo sobre a história local que ele se vê envolvido numa profecia, a Profecias das Cinzas,  que diz que um guerreiro da superfície salvará o subterrâneo.

Gregor , a princípio não aceita essa possibilidade, mas depois de saber que ao realizar a profecia pode encontrar seu pai desaparecido, ele não pensa duas vezes e embarca nessa aventura com sua irmãzinha ao seu lado.

A história tem uma linguagem bem simples, própria para o público infanto-juvenil. Não tem enrolação na história, as coisas acontecem de forma bem dinâmica. Sempre tem algum elemento novo, alguma coisa a ser descoberta e isso faz com que você fique preso, querendo saber o que vai acontecer depois.



O livro tem 300 páginas, mas o formato dele é menor do que o de um livro comum. As folhas são grossas e as letras grandes, o que faz a leitura ser bem rápida, quando você se dá conta, está na metade do livro.

Uma das coisas mais legais que eu li, foi o cuidado que Gregor teve com a sua irmãzinha Boots, que roubou todas as cenas em que apareceu, diga-se de passagem. Ele cuidou dela com um carinho e uma preocupação tão grande, que foi praticamente impossível não me emocionar com várias cenas desse livro. É, eu sou chorona mesmo!

A história não é tão eletrizante como Jogos Vorazes, mas é muito gostosa de ler. 

Me apaixonei pela Boots e adorei o modo como Gregor cuidou das pessoas que ele ama, sempre se sacrificando, não importa o quanto nem como, para fazer com que eles ficassem bem e em segurança.






comentário(s) pelo facebook:

Nenhum comentário:

Postar um comentário