Frases Soltas: Resenha: Extraordinário

18 de março de 2013

Resenha: Extraordinário

Me diga, como você se olharia no espelho todos os dias e lidaria com o fato de que o seu reflexo não tem nada haver com a pessoa que você é? Como você lidaria com o fato de que você sempre vai ser julgado pelo rosto que tem? Pelo seu reflexo, a imagem que as pessoas fazem de você?
Bom, August tem que lidar com isso todos os dias, e ele ainda é apenas um garotinho de 10 anos. Um garotinho que nasceu com a combinação de duas síndromes que deformaram totalmente o seu rosto.
É através dos olhos deste menino e das pessoas que o amam que vemos como é difícil ser alguém cujas características físicas fogem do padrão estético que a sociedade estabelece.
Acompanhamos o dia a dia de August na escola, e como ele lida com as expressões e reações das pessoas ao vê-lo pela primeira vez, como ele aguenta todas as piadinhas e bullying calado, enquanto tudo o que ele mais queria no mundo era ser uma pessoa comum, como eu e você. Infelizmente, August nunca vai ser comum, mesmo após tantas cirurgias, seu rosto ainda é muito diferente de uma pessoa normal, e isso vai ser um fardo pro garoto pelo resto de sua vida.
Fazia tempo que eu não lia nada deste tipo e posso dizer que essa leitura mexeu demais comigo. O livro é realmente muito triste porque tudo em que você se pega pensando é em como você gostaria que August tivesse uma chance de melhorar a sua aparência, ou de que as pessoas começassem a tratá-lo bem, conseguindo enxergar a pessoinha que ele realmente é.
Infelizmente são poucas as pessoas que percebem a linda personalidade de August e se tornam suas amigas, porque o simples fato de se ter amizade com alguém como August já é motivo para também ser julgado.
Chorei muito lendo esse livro. Chorei pelos momentos tristes onde August sofria por saber que estava preso aquele rosto pra sempre, onde ele tinha que lidar com as pessoas se afastando dele, com medo de encostar nele sem querer. Chorei por ele se sentir perdido, sem apoio, sem amor, mesmo tendo o amor incondicional de seus pais e sua irmã. Chorei também pelas demonstrações de amizade e respeito que ele teve de seus amigos e seus pais, que enfrentaram junto com ele a barra tão difícil de gostar de alguém que aos olhos do mundo não é normal.
É um livro emocionante, que abre a sua cabeça e te faz repensar suas atitudes em relação ás pessoas que te cercam, te faz começar a enxergar as pessoas como elas realmente são.
Este livro entrou pra minha lista de melhores livros já lidos, meus preferidos, e vou presentear as pessoas que eu amo com ele, pra que elas sejam tocadas por essa história como eu fui, e para que possam perceber que as pessoas são mais do que um rosto bonito, elas são personalidade, sonhos e amizade.  



comentário(s) pelo facebook:

Um comentário:

  1. Esse livro parece ser de um ensinamento e um sentimento tão bonito! Quero muito ler logo, mas tenho tanta coisa na fila de livros de parceria que acabo ficando maluca sem saber o que fazer...
    De qualquer forma, ele já está na fila também, mas naquela fila de livros que preciso ler urgentemente.
    Legal a sua ideia de presentear seus amigos com um livro assim. Eu sempre fazia isso com O Menino do Pijama Listrado, que é um dos meus favoritos.
    Beijos.

    ResponderExcluir