Frases Soltas: Resenha: O Diário de Um Banana

19 de dezembro de 2012

Resenha: O Diário de Um Banana

Greg Heffley  teria tudo pra ser um típico garoto americano de 13 anos que está no ensino fundamental, mas veja bem, teria, porque na verdade ele não é.

Quando eu assisti ao filme Um Diário de Um Banana, fiquei meio boquiaberta com o personagem principal Greg Heffley, o garoto que nos conta suas memórias, pelo fato dele ser vingativo, mentiroso e manipulador. Achei que o filme tinha exagerado, mas não, depois de ler o livro, percebi que ele foi bem fiel ao personagem.

Durante toda a leitura vemos exemplos do mau comportamento de Greg, e todos relacionados às pessoas que o amam. Ele é um típico anti-herói, preocupado demais com as aparências e sempre tentando conquistar fama em cima das outras pessoas, principalmente às custas de seu melhor amigo.


O pior é que ele faz essas coisas sem perceber que é totalmente errado. Na cabecinha dele, isso é perfeitamente normal, ele acha que está agindo de forma correta e que é isso que se espera dele.

Ele só se toca de que está totalmente errado quando perde a amizade de seu melhor amigo, que finalmente se cansa de ser maltratado e decide se afastar de Greg.

Apesar de ter um comportamento perturbado e ter um super ego, Greg também passa por apuros na escola. O autor aborda temas polêmicos como bullyng, relacionamento entre pais e filhos, valores éticos e morais e o drama de ser irmão do meio.

As ilustrações ao estilo tirinhas são cômicas, sempre cheias de observações sarcásticas onde o Greg sempre está sendo prejudicado de alguma forma, seja pelo seu irmão mais velho ou pelos “colegas” de escola.

Confesso que foi meio complicado pra mim ter lido esse livro depois do meu filho de 11 anos, justamente pela falta de lealdade e respeito de Greg com os seus pais e com o seu melhor amigo, mas durante a leitura fui percebendo que seria bom pra ele tirar as suas próprias conclusões sobre o que é certo e o que é errado. Honestamente, não sei se vou comprar os próximos volumes, pelo menos não por conta própria como eu comprei este aqui, vou esperar meu filho me pedir de presente.

Três estrelinhas.



comentário(s) pelo facebook:

2 comentários:

  1. oie!!!
    Sabe que eu compro eles pra guardar pro meu filho ler quando crescer, ele só tem 4 agora hahahahahaha
    Meu marido diz que como eu era uma peste, me identifico com o personagem kkkkk
    Bjossss

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Kkkkkkkkk, uma peste foi ótimo!

      Legal que vc compra pra guardar, seu filho vai adorar as ilustrações dele :)

      Beijinhos

      Excluir