Frases Soltas: Resenha: Fábulas ao Anoitecer

26 de dezembro de 2012

Resenha: Fábulas ao Anoitecer


Este livro da autora nacional Georgette Silen nos trás um apanhado de contos dos temas mais diversos, que segundo a autora, devem ser lidos debaixo da coberta com uma lanterna acesa, pra criar todo um clima de mistério e segredo.

Os contos são escritos de forma simples, e ao contrário das Crônicas de Kira, a linguagem é bem mais fácil de ser compreendida, as palavras usadas são mais simples e os contos bem objetivos.

Este livrinho tem apenas 168 páginas e é composto por 11 contos. Os temas dos contos vão desde fadas, piratas, mitologia grega a steampunk e alquimia.

Os meus preferidos foram:

“Jack” – um rapaz aceita ser o guardião do ano novo, noite em que os espíritos podem passar pra este mundo, em troca de ficar sempre com a sua esposa falecida neste dia.

“A Princesa e o Mangaleão” – Uma rainha muito triste por não conseguir ter filhos do modo natural acaba gerando um bebê em seu coração, feito do amor e da angústia que ela sentia.

“O Holandês Voador” – Uma história sobre um pirata maquiavélico que morreu de modo trágico e que clama por vingança.

“A Menina dos Fósforos” – Uma moça encontra uma garota perdida e com frio no meio de uma nevasca, ela tenta de tudo para ajudá-la a se aquecer, mas mal sabia ela que estava encarando seu fatídico destino.

Esse último conto foi o que mais ficou na minha mente, achei bem assustador, muito bem escrito.

A leitura deste livro é muito rápida e por ser em forma de contos, o interesse aumenta à medida que você vai terminando cada história. Os contos são curtinhos, cerca de 4 ou 5 páginas cada um e quando você se dá conta, já leu todos.

Três estrelinhas pra este aqui ;)




comentário(s) pelo facebook:

Nenhum comentário:

Postar um comentário