Frases Soltas: Resenha: Desespero

10 de dezembro de 2012

Resenha: Desespero


Bom, aqui estou eu pra falar de mais um livro do Stephen King. Não é segredo pra ninguém que eu sou fã do cara e que comprei 4 livros dele na Bienal, então, como ainda estou mantendo a minha promessa de só comprar livros pra mim depois que eu terminar de ler os meus (ô dificulidade!), depois desse, vai ter pelo menos mais duas resenhas do King.

Desespero é um dos livros mais macabros que eu já li. Ele conta várias histórias paralelas de pessoas que nunca desconfiariam que o destino delas estaria interligado de forma trágica e inusitada.

Começamos essa história com o casal Mary e Peter, que estão viajando pra levar o carro da irmã de Peter, que se mudou da cidade em que vivia, eles estão na rodovia 50, mais conhecida como a rodovia mais solitária dos estados Unidos e se vêem perseguidos por um carro de polícia. Eles encostam e o policial diz a eles que está faltando a placa traseira do carro, eles então trocam a placa dianteira de lugar, e quando pensam que está tudo bem, o policial acha um saco de maconha no porta malas, que era da irmã de Peter, e eles acabam sendo presos.

Conhecemos também a família Carver. Ralph, Ellen e as crianças Dave e Pie, que estão em uma viagem de férias também pela rodovia 50, e acabam passando por um tapete de pregos e furando os pneus de seu trailer. Eles encontram o mesmo policial que prendeu Peter e Mary, e ele lhes diz que tem um maluco a solta com um rifle e por isso eles tem de acompanhá-lo, pra sua segurança é claro. Então a família segue com o policial.

Logo depois conhecemos Jhonny Marinville, um escritor famoso de meia idade que está numa viagem solitária em sua moto afim de colher informações para escrever um novo livro. Ele também está na rodovia 50, e quando para pra fazer xixi (linguagem de mãe, não consigo falar mijar ou urinar), é abordado pelo policial que a princípio se finge de seu fã, mas depois, planta maconha na sua moto (sim, a mesma de Mary e Peter), é agredido por ele e é levado pelo policial no carro de polícia.

Assim começa essa história macabra cheia de assassinatos e fatos bizarros. Todas essas pessoas tem dois pontos em comum, passaram pela rodovia 50 e foram abordadas pelo policial. Mas com que objetivo afinal? Nenhum deles sabe, mas quando a garotinha Pie, de apenas 7 anos, é jogada escada abaixo pelo policial a sangue frio e tem seu pescoço quebrado na queda, eles percebem que existe alguma coisa muito errada com aquele oficial da lei.

Todos eles são jogados em celas, e permanecem presos lá por algum tempo, até que David, o garoto que literalmente fala com Deus, tem a idéia de se ensaboar e passar pelas grades, o que seria teoricamente fácil pra um garoto magricela de 11 anos, isso se o policial, que fala uma língua estranha e que consegue controlar os animais com o poder de sua mente, não tivesse deixado um coiote vigiando as celas.

Esta história já começa bem mal, quando Mary e Peter chegam na delegacia e vêem o corpo da garotinha Pie, caída na escada com o pescoço quebrado, já meu deu asco. Foi muito difícil ler aquilo, eu diria que foi aflitivo, parei a leitura por diversas vezes porque as descrições eram fortes de mais pra mim, que sou mãe de uma menininha.

E quando Peter é assassinado a sangue frio pelo policial, começa o show de horrores. 

O policial Entragian não é um ser humano comum, ele é um cara gigante e de sangue frio, que aparenta ler a mente das pessoas, quando diz que tem buracos na cabeça que parecem olhos. Ele assassinou todos os habitantes da cidade de Desespero, e agora, está pegando mais pessoas na estrada pra alguma coisa doentia e macabra.

Mas Entragian não é o único que tem um quê de sobrenatural, o garoto David tem uma grande força Divina dentro de si, ele é capaz de fazer coisas que nenhuma outra pessoa nessa situação seria capaz de fazer.  Ele perde toda a sua família e ainda sim se apóia na sua fé para impedir que um mau maior saia de Desespero e se alastre pelo mundo. Além de tudo isso, ele tem um canal direto com Deus, quer força maior que essa? Como diriam em Matrix, ele é o escolhido.

O livro vai se desenrolando com as pessoas tentando escapar da cidade e do policial, mas parece que alguma coisa sobrenatural e inexplicável está acontecendo em Desespero que os impede de sair dali. Sempre acontece alguma coisa que os deixam encurralados e eles tem de se esconder e lutar por suas vidas.

É um livro muito forte, os assassinados são frios, macabros e perturbadores, as descrições são perturbadoras, ou seja, se não tiver estômago ou não gostar do gênero, não se arrisque, pois logo no começo você já vê o que te espera durante a leitura.

Vou dar 4 estrelas porque achei o assassinado de Pie totalmente desnecessário.



comentário(s) pelo facebook:

Um comentário:

  1. Ameei *-*
    Participem dos sorteios que estão rolando no Just Now:
    http://www.blog-justnow.com/2012/11/sorteio-cher-bijoux.html
    http://www.blog-justnow.com/2012/12/sorteio-mary-kay-by-shop-rosa.html ♥

    ResponderExcluir