Frases Soltas: Resenha: Filme - Branca de Neve e o Caçador

18 de outubro de 2012

Resenha: Filme - Branca de Neve e o Caçador


Sim, tem spoilers!

Tenho certeza que já existem várias resenhas desse filme pela internet, mas como eu só assisti ontem, acho válido comentar sobre ele.

Branca de Neve e o Caçador é uma adaptação do famoso conto de fadas dos irmãos Grimm que toda menina conhece e gosta. No filme, vemos a história sobre outra ótica, mas ainda sim com elementos do conto de fadas original.

Nesta versão, acompanhamos Branca de Neve na luta para recuperar o seu reino da terrível rainha Ravenna, sua madrasta e assassina de seu pai.

Achei ótimo poder conhecer um pouco mais da história da madrasta da Branca de Neve, saber seu nome e conhecer seu irmão. Não fazia idéia de como a maldição da beleza tinha se tornado a obsessão de Ravenna e os motivos que a levaram a querer o coração de Branca de Neve, depois do filme, isso ficou esclarecido.

Kristen Stewart está muito bem no papel de Branca, juro que me surpreendi com a atuação dela, o rosto bem expressivo e as cenas de luta e fuga muito bem interpretadas. Ela só não me convenceu naquele discurso dramático que faz logo após acordar da maldição da maçã pra que seus cavaleiros a acompanhem para tomar o reino de volta, achei meio xoxo.

O príncipe, não era assim tão encantado, logo no início do filme, pensei que seria o filho do Conde, mas me enganei redondamente e adorei a surpresa. O caçador era bem mais príncipe do que o Willian, defendeu Branca e esteve junto dela o tempo inteiro, não que o Willian não estivesse, mas no filme, não só o caçador salva a Branca, como ela o salva também e eu achei isso digno.

Charlize no papel de Ravenna está maravilhosa, linda e com uma interpretação impecável, não é a toa que ela é uma ganhadora do Oscar. Sua personagem roubou a cena totalmente, fiquei fascinada pela história da vilã e com vontade de saber mais sobre a sua vida, acho até que valia a pena um filme sobre ela, eu assistiria com toda certeza, porque essa adaptação mostrou que a maldade da rainha não era só puro ódio pela Branca, era também uma questão de sobrevivência.

Realmente, essa adaptação me surpreendeu, mas uma coisa eu posso dizer com certeza, pelo estilo sombrio da história, esse filme ficaria bem melhor nas mãos do Tim Burton.



comentário(s) pelo facebook:

Nenhum comentário:

Postar um comentário