Frases Soltas: Resenha: Herança

3 de setembro de 2012

Resenha: Herança


Neste livro, Eragon e Saphira tem uma enorme responsabilidade. Eles tem que derrotar Galbatorix e restaurar a paz no reino. Como nada disso será possível sem luta, a história já começa neste ritmo, cheia de batalhas, com muita carnificina e cheiro de morte.

Pra sorte de nossos heróis, eles não estão sozinhos, Arya e os elfos continuam ao lado deles assim como Roran Martelo Forte, os anões e Nasuada, que tem a sua liderança mais respeitada a cada dia.

Acompanhamos nossa dupla preferida na contínua busca por conhecimento e por uma maneira de derrotar Galbatorix e vamos com eles até os confins do mundo, onde um grande segredo é revelado e este se torna a chave e a fonte de esperança para a restauração do reino.

A história foi recheada de ação. Praticamente em cada capítulo havia uma batalha onde guerreiros mostravam o seu valor e a sua lealdade à causa de Eragon, lutando com bravura e fúria e derrotando grande parte dos seus inimigos, apesar de estarem sempre em menor número.

Roran teve grande destaque nessas batalhas. Posso dizer até que ele se destacou mais do que Eragon. Muitos capítulos foram destinados a ele, vimos sua luta interna e sua bravura ao cumprir as ordens que Nasuada dava a ele, mesmo que elas fossem de encontro aos seus deveres de marido e aos seus princípios.

Falando em Nasuada, ô mulherzinha intragável meu Deus. Sempre que começava um capítulo em que ela era a protagonista era uma tortura pra mim, não via a hora de acabar.
A eclosão do último ovo e a escolha de seu cavaleiro foi uma surpresa boa pra mim, gostei bastante dessa revelação e de como a vida de Saphira mudou depois desse acontecimento. Gostei também do destino de Murtag e seu dragão vermelho Thorn, não poderia ter escolhido um final melhor.

Uma das coisas interessantes é que o livro não termina no resultado da batalha final entre Eragon e Galbatorix, ele mostra o que aconteceu depois, como ficou o reino e como ficaram as pessoas que participaram diretamente e indiretamente desta luta, ou seja, a história continua não em forma de um epílogo, como acontece normalmente, mas em vários capítulos mais. Gostei do final, gostei da história, mas senti falta do romance. Este livro foi muito frio nesse aspecto e faltou o grande beijo que eu esperei a história toda.

Tenho que contar pra vocês que só consegui ler esse livro graças a um amigo aqui do trabalho que deixou comigo antes mesmo dele ler. Imaginem a minha responsabilidade em carregar esse livro por aí, cuidei como se fosse um filho, mas ainda sim ele foi danificado. A qualidade da capa não é boa, as bordas douradas envolta da imagem do dragão apagaram e a figura descascou, ou seja, como peguei emprestado, vou ter que comprar outro e devolver no lugar do que eu peguei, porque honestamente, eu odeio quando esse tipo de coisa acontece com os meus livros, se eu peguei intacto, vou devolver intacto. Editora Rocco, se atente um pouco mais a isso ok?

Tirando esse probleminha da capa, a história é muito boa e eu recomendo o livro com certeza!



comentário(s) pelo facebook:

Nenhum comentário:

Postar um comentário