Frases Soltas: Resenha: A Estrada da Noite

28 de maio de 2012

Resenha: A Estrada da Noite

A Estrada da Noite conta a tenebrosa história de um roqueiro quase aposentado chamado Judas Coyne e sua estranha obsessão por objetos que tem alguma ligação com o sobrenatural. Como bom colecionador de coisas macabras, um dia seu assistente identifica uma boa oferta num site de leilões e ele adquire um paletó que vem com o espírito de um morto.

A princípio Judas não acredita que isso seja realmente verdade, mas quando o paletó finalmente chega a sua casa, a presença de um velho, usando um chapéu preto de feltro e com um pêndulo com ponta de lâmina em meia lua na mão se faz constante e aterrorizante.

No desenrolar da história, Judas se dá conta de que aquele espírito não chegou em sua vida por acaso, na verdade ele está ali pra fazer com que ele siga pela estrada da noite, e se alguém ajudá-lo a escapar da morte, essa pessoa morrerá também.

Começa então a busca do roqueiro, juntamente com sua namorada gótica e seus dois cachorros por respostas que possam salvar a sua vida e a vida dos poucos que ele ama.

Comecei a leitura deste livro com muita expectativa porque sou fã incondicional do Stephen King, e o autor desta obra, o Joe Hill é filho dele. Queria muito saber se o talento para histórias assombrosas continuava na família, uma vez que o outro filho do King escreve histórias infantis (que são maravilhosas por sinal).

O enredo é diferente e interessante, e confesso que houve algumas partes que me deixaram cabreira. É um livro muito sanguinário, às vezes eu tive aflição de ler algumas cenas por conta de tanta coisa macabra e de tanto sangue. Eu tenho a imaginação muito fértil e quando eu começo a ler chega uma hora em que as palavras somem e começa a passar um filminho na minha cabeça, e filmes de terror sempre me impressionam!

Identifiquei várias semelhanças na narrativa com o King, e acredito que por ser o primeiro romance que o cara escreveu e o mesmo já ser Best Seller do New York Times, ele merece algum crédito.

Mas por ser um livro que eu tinha muita expectativa de ler, fiquei desapontada. Acho que a história poderia ter sido mais bem desenvolvida, poderia ter sido mais empolgante, uma vez que um tema como esse deixa abertura pra várias situações inusitadas.

Três estrelinhas.



comentário(s) pelo facebook:

6 comentários:

  1. Eu li esse livro logo que ele saiu no Brasil e, apesar de algumas partes bem fraquinhas (sério, terror fraquinho) eu achei o livro bacana. Não chega nem aos pés de um Stephen King ou um Clive Barker da vida, mas tem um horror mais leve e que faz passar o tempo.
    Não achei nenhuma parte sanguinária demais, pelo contrário. Tive muito mais problemas lendo Horror em Amityville (que não tem sangue nenhum) do que A estrada da noite.

    taiyounorakuen.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Layn! Eu tenho um sério problema com sangue demais, e aquela cena em que ele perde o dedo ativou essa coisa na minha cabeçpa, credooo.

      Você já leu o Pacto?

      Obrigada pela visitinha! Vou retribuir!

      Beijinhos

      Excluir
  2. Oi Flavinha, tudo bem? Olha eu com muita vergonha de passar aqui depois de mil comentários seu no meu blog >< Desculpe por isso ;(
    Enfim! Muita gente fala que falta um desenvolvimento melhor da história, mas eu não tenho nem coragem de ler pra dar a minha opinião HUASUASHA To bem tranquila de livros de "terro", sério mesmo. Nunca li nada do Stephen porque morro de medo de não conseguir dormir à noite, imagina do filho dele. Não, obrigada.
    MAS é um saco quando criamos expectativas muito altas e nos decepcionamos, né? :/

    Beijos!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Imagina Juh, sem problema nenhum. Eu comento no seu blog, não pra ter retorno, mas porque eu gosto mesmo das coisas que você posta :)

      Realmente, com exceção do Nome do Vento, de uns tempos pra cá to assim, só me desapontando, mas ainda tenho esperança de encontrar um livro ou uma série que me prenda de verdade.

      Obrigada pela visitinha :)

      Excluir
  3. Poooooxa o livro é fraco??? Tava super na expectativa de ler ele. Acho que desisti, pq é ainda pior quando vc está muito empolgado... Achei a sinopse tão boa mas depois da sua resenha, to com medo de comprar e me arrepender...
    Bjss

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu peguei emprestado, então não tive preju, honestamente, eu não compraria.

      Quero ler O Pacto pra ver se a minha opinião muda, porque esse realmente não em prendeu.

      Beijinhos.

      Excluir