Frases Soltas: Resenha: As Crônicas de Gelo e Fogo - Livro Quatro - O Festim dos Corvos

30 de abril de 2012

Resenha: As Crônicas de Gelo e Fogo - Livro Quatro - O Festim dos Corvos

Fiquei ensaiando um bom tempo antes de sentar na frente do PC pra começar a escrever esta resenha. Ela vai ter spoilers, aliás, todas as minhas resenhas têm, não consigo fugir disso e quem acompanha o meu blog já sabe.


A Guerra dos Tronos continua, com a Rainha Regente Cersei finalmente tendo o poder de Westeros em suas mãos, ela está reinando como a rainha louca da Alice no Pais das Maravilhas, só falta mandar cortar as cabeças de todo mundo. Muitas vezes ela me lembrou a Rainha má da Branca de Neve, com inveja da beleza e do poder de persuasão de sua nora, a Rainha Margaery, que neste livro se casou com o Rei “por direito” Tommen.


A Rainha traça a sua rede de intrigas, movimentando as pessoas de sua corte como num jogo de xadrez, uma pena que seu cavaleiro Jaime não faça mais parte desse jogo, aliás, ele está até se tornando uma pessoa melhor, desde que lhe deceparam a mão. Continua sendo um leão, mas um leão mais clemente, mais centrado, não se deixando levar pela impulsividade. Juro que até gostei mais dele nesse livro, seria pedir demais que ele ficasse com Brienne no final?


Falando em Brienne, subimos na garupa de seu cavalo e saímos a procura de Sansa pelas regiões mais perigosas e estranhas de Westeros. Brienne foi a minha preferida neste volume. Eu mal podia esperar pra ler os capítulos dela, juro que morri de vontade de pular alguns, mas me contive, porque todos os capítulos tem alguma dica do que aconteceu ou vai acontecer com vários personagens da história, e eu correria o risco de ficar boiando. Brienne é feia como o diabo, e pelo jeito também possui a coragem dele, o que foi aquela luta dela com o Dentadas? Fiquei sem fôlego achado que ela iria morrer, felizmente só teve parte do rosto comida e conseguiu ficar mais feia do que já era. Ainda torço por ela e por Jaime, mesmo sendo um casal bizarro!

Não gostei muito da parte dos Greyjoys, só entendi o porquê do foco nesta família no final do livro, foi uma narração arrastada e tediosa. Danny e Tyrion também não apareceram neste livro, o que me deixou mais curiosa sobre o próximo volume da saga.

Com exceção de Brienne, Danny e Tyrion, os meus personagens favoritos são da casa Stark. Senti falta de Bran e continuo curiosa pra saber o que aconteceu com Rickon. Achei que Arya iria tentar encontrar John, mas ela virou aprendiz de uma seita estranha e se tornou a Gata vendedora dos becos, o final dela me surpreendeu. Sansa continua sendo manipulada por Mindinho, parece que ela encarnou de vez o personagem Alayne, mas isso é compreensível, uma vez que ela não tem pra onde fugir, acredita que todos os que ela ama estão mortos e sua única saída é continuar fingindo.

Me encantei de novo pela obra do querido Martin. Este volume da série é um pouco mais lento, mas ainda sim muito curioso. Temos a chance de conhecer pontos de vista de personagens secundários e a história vai se desenrolando e se encaixando como um quebra cabeças, várias vezes descobri coisas que me fizeram pensar “Ah então foi por isso que aconteceu aquilo com fulano.”

O final do Festim dos Corvos é muito bom, te deixa com aquela angústia de descobrir o que vai acontecer. Confesso que não muito boa pra esperar, a paciência realmente não é uma virtude com a qual eu tenha sido abençoada, mas pra ler a continuação dessa saga, vale a pena!

Ansiosa para dançar com os dragões!





comentário(s) pelo facebook:

2 comentários:

  1. E eu ainda não li nada do querido Martin USHUAHUSUAS, vou comprar o livro um quando estiver com um preço bom.

    Beijos. Tudo Tem Refrão

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi flor! Eu adoro, mal posso esperar pro lançamento do 5 livro, mas acho que os livros dele estarão sempre nessa faixa de preço. Se vc gosta de histórias de batalhas, reis e rainhas loucas com um toque sobrenatural vale a pena o investimento. =)

      Beijinhos

      Excluir