Frases Soltas: Resenha: A Casa

28 de novembro de 2011

Resenha: A Casa

E se você tivesse a chance de corrigir um grande erro do passado e fazer tudo de forma diferente? Se você tivesse a oportunidade de apaziguar um sentimento de culpa e dar a paz que o seu coração tanto tem precisado? Você iria ou teria medo do desconhecido e deixaria essa chance única passar?
Todos nós, em algum momento da vida, tivemos o desejo de voltar no tempo e ter atitudes diferentes que poderiam ter mudado o curso de nosso caminho, isso é um fato. Se tivéssemos a oportunidade, mudaríamos uma palavra dita sem pensar, um ato de irresponsabilidade, um amor proibido, uma relação tóxica ou simplesmente ter feito uma coisa que não fizemos por receio.
É disso que trata este romance do Vianco, uma segunda chance. Uma segunda chance apresentada aos personagens principais desta história, de maneira misteriosa e meio sinistra, mas ainda sim a oportunidade de tirar um grande peso dos ombros. Uma oportunidade única que eles agarram com toda a esperança que se pode depositar no desconhecido.
O tema em si é muito interessante, pois mexe com a vontade que todos temos de alterar o que não pode ser alterado. A linguagem é bem simples, de fácil compreensão e o livro é bem fininho, fazendo com que a leitura termine antes mesmo que você perceba.
Apesar de ter momentos de intenso sentimento dos personagens a ponto de emocionar quem está lendo, achei que a história foi desenrolada de maneira fraca. Com exceção do último caso que relata a história de um pai egoísta que perdeu sua filha sem nunca tê-la valorizado, os outros foram bem mornos. Só senti aquela curiosidade extrema neste relato do pai, os outros não me prenderam.
Se você está procurando um livro tranqüilo, então eu recomendo, mas se você quer alguma coisa mais envolvente e emocionante, pegue outro do Vianco, Os Sete e Bento são mais contagiantes.
Três estrelinhas pra este aqui.

comentário(s) pelo facebook:

Nenhum comentário:

Postar um comentário