Frases Soltas: Resenha: Ensaio Sobre a Cegueira

17 de outubro de 2011

Resenha: Ensaio Sobre a Cegueira

Imagine ficar cego de uma hora pra outra. Imaginou?
Agora imagine que todas as pessoas ao seu redor estão cegas também, sem nenhum motivo aparente. Imaginou de novo?
É disso que se trata o livro Ensaio sobe a Cegueira, um livro forte, onde o autor nos conta uma história inusitada, sobre como uma cidade inteira ficou cega de repente e como as pessoas que estavam sãs lidaram com a situação.
É impressionante o descaso com que essas pessoas ditas “contaminadas” por uma coisa que ninguém sabe o que é, mas tem certeza de que é contagioso, são tratadas. O desrespeito, as condições sobre humanas com as quais elas têm que lidar ao serem jogadas num hospício, para evitar o contágio da “doença” são narrados pelo autor de forma impactante, e nos fazem refletir sobre a nossa humanidade. Será mesmo que a condição humana na qual nos encontramos é tão superior a ponto de tratar nossos semelhantes com tamanho desprezo?
A única demonstração de amor e respeito pelo ser humano foi dada neste livro pela “mulher do médico”, que se finge de cega para acompanhar seu marido na reclusão forçada e que acaba servindo de guia, e porque não dizer mãe, pra todas as pessoas que estão na ala daquele hospício na qual eles se encontram. Foi uma atitude honrada de abnegação, mas muito difícil de ser mantida por qualquer ser humano normal, devido à complexidade e a exaustão de cuidar de tantas pessoas sem receber nada em troca, às vezes nem mesmo um obrigado.
Foi um livro forte, impactante e emocionante, que teve uma adaptação pro cinema pelas mãos do diretor brasileiro Fernando Meireles e que causou as mais diversas opiniões pelo mundo, por conta das cenas fortes que a história trás.
Se você estiver procurando uma leitura sem hipocrisia, sem falso moralismo, impactante e que fuja dos Best Sellers comercias, leia este do Saramago, pois ele é um daqueles livros polêmicos que nos fazem pensar.
Recomendo de olhos fechados.


comentário(s) pelo facebook:

2 comentários:

  1. É um dos meus livros favoritos, excelente crítica.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Tom! É um dos meus preferidos também. Obrigada pelo comentário e pelas dicas! :)

      Excluir