Frases Soltas: A Cabana

10 de junho de 2011

A Cabana

Há cerca de quatro anos atrás, Mack perdeu sua filha mais nova tragicamente. Seu corpo não foi encontrado, mas todas as evidências indicam que ela foi assassinada de forma brutal por um maníaco em uma Cabana abandonada.
Esses quatro anos foram muito difíceis para Mack e sua família sem a sua caçula, afinal ela era só uma criança frágil e indefesa e deveria ter tido a chance de crescer e se tornar uma linda mulher.
Mack é o que menos se conforma com a tragédia, e vive remoendo este sentimento de perda, juntamente com a culpa de não ter conseguido impedir que sua filha tivesse a vida interrompida.
Um dia, Mack recebe um bilhete assinado por Deus que o convida a voltar a essa Cabana. A princípio ele acha que é loucura, mas sua curiosidade fala mais alto e ele atende a vontade desse estranho que acha que é o Todo Poderoso.
Chegando lá, ele se depara com a mais inusitada situação que poderia acontecer a ele, quem o recebe não só é Deus como uma Tríade composta pelo Pai, o Filho e o Espírito Santo!
Começa então essa história inusitada onde Mack vai confrontar seus fantasmas internos e compreender que ás vezes situações ruins acontecem para que possamos amadurecer e nos tornar pessoas melhores e mais fortes sem ter que  deixar a fé de lado.
Achei este livro muito cansativo. O tema é bem polêmico é claro, e pra mim que sou mãe de uma menina que tem a mesma idade da filha assassinada de Mack, foi bem complicado ler algumas partes sem me indignar. Mas encontrar se com uma tríade e passar dias dentro da cabana onde a criança foi assassinada foi demais até pra uma ficção!
A impressão que tive às vezes foi que a condição imposta pela Tríade para revelar pra Mack onde estava o corpo de sua filha era que ele teria de perdoar o assassino.
Talvez pelo fato de eu não ter chegado nesta grandeza de espírito ainda, eu fiquei indignada. Eu entendi o ponto de vista do autor a expressar e descrever o perdão de Mack como uma maneira de ele libertar a si mesmo de sua grande tristeza, mas não concordei.
O tema é polêmico como eu disse mais acima, mas não recomendo este livro porque achei muito cansativo e desgastante, do tipo que se tem vontade de pular alguns parágrafos ou até mesmo algumas páginas. Achei que o autor encheu muita lingüiça descrevendo as interações de Mack com a Tríade e muitos dos diálogos seriam desnecessários.
Talvez eu seja uma das pouquíssimas pessoas que não tenha gostado deste livro, mas sinceramente, criei muita expectativa e achei que perdi meu tempo.
Não recomendo.




comentário(s) pelo facebook:

Um comentário:

  1. Aqui na minha família e entre meus amigos é 'pra lá e pra cá, tem quem adora a Cabana (meu pai leu no hospital, acredite) e tem quem deteste como eu e minha filha.

    ResponderExcluir