Frases Soltas: Percy Jackson e Os Olimpianos - Livro 4 - A Batalha do Labirinto

31 de maio de 2011

Percy Jackson e Os Olimpianos - Livro 4 - A Batalha do Labirinto

Este novo volume da saga começa com Percy em sua nova escola. Pra variar ele se mete em confusão de novo, mas conta com a ajuda de sua amiga Rachel e de Annabeth pra escapar com vida. Além de quase ser morto por líderes de torcida from hell, ele ainda corre o risco de ser expulso novamente.
Chegando ao Acampamento, eles descobrem que Luke planeja um ataque contra eles através do Labirinto projetado por Dédalo.
Percy, Grover, Annabeth e Tyson são designados então a sair em missão para encontrar Dédalo antes de Luke, para que esse lhes entregue o Fio de Ariadne, o único objeto capaz de fazer com que as pessoas se localizem dentro do Labirinto.
Dentro do Labirinto, eles se perdem por diversas vezes pelos caminhos confusos e cheios de armadilhas. Encontram e libertam Briareu, o último centínamo; e visitam um rancho muito louco onde Nico está, e Percy o ajuda a convocar Bianca, que faz com que seu irmão finalmente entenda que a culpa por sua morte não foi de Percy, mas sim que seu sacrifício foi uma escolha dela.
Através de uma aranha de metal que lhes foi dada por um empregado deste Rancho, que também era mantido prisioneiro e foi libertado pelos nossos heróis, eles chegam até Hefesto o Deus dos Metais, que promete ajudá-los se eles descobrirem quem está usando as forjas dele sem autorização.
Annabeth e Percy partem nessa missão paralela enquanto Grover e Tyson vão em busca do Deus Pã.
Eles descobrem que os telequines estavam forjando uma arma para o Titã Cronos. Enquanto Annabeth vai avisar Hefesto, Percy fica encarregado de distrair os telequines. Antes de partir, Anabeth o beija e ele fica tão desconcertado com isso que explode sem querer o vulcão e acaba acordando o monstro Tifão, há muito adormecido.
Depois de uma breve parada na ilha de Calipso decorrente da grande explosão, Hefesto conta a Percy que ele precisa de Rachel para conseguir andar pelo Labirinto sem cair nas armadilhas, pois ela consegue ver através da névoa.
Mesmo com a ajuda de Rachel, eles ainda caem na armadilha de Anteu. Percy salva Ethan Nakamura, outro herói da morte certa e é obrigado a matar seu meio irmão Anteu para escapar.
Eles então encontram Dédalo, mas esse confessa que o Fio de Ariadne já foi entregue a Luke.
Nesse meio tempo Cronos renasce através do corpo de Luke e ataca o acampamento.
O grande herói desta história é Grover, que depois de encontrar Pã, ganha um dom especial. Um tipo de pânico que ele usa pra afastar os invasores de Cronos do acampamento salvando assim o dia.
O livro termina com o sacrifício de Dédalo para fechar seu labirinto, pois ele estava ligado a sua vida. Antes de morrer, Annabeth ganha dele um note book com vários de seus projetos não executados. O que pra ela foi um sonho porque ela sempre quis se tornar arquiteta.
Nico também aparece, e diz a Percy que ele tem a solução para derrotar Cronos. Uma solução bem difícil, mas ainda sim uma solução.
Pra mim, esse livro foi o mais eletrizante em matéria de acontecimentos. Ele é o tipo piscou o olho, perdeu um detalhe.
As cenas em que Annabeth demonstra estar com ciúmes de Percy com Rachel também foram muito interessantes. A gente sente que eles se gostam, mas ele não conseguem se entender. Enquanto Annabeth tem ciúmes dele com Rachel, ele tem ciúmes dela com Luke, porque desconfia que a garota sente muito mais que amizade pelo rapaz.

Estaria Percy certo a esse respeito? E se ele estiver, no que isso acarretaria nos  eventos futuros?
Só lendo a próxima e última aventura desses heróis para descobrir!


comentário(s) pelo facebook:

Nenhum comentário:

Postar um comentário