Frases Soltas: Percy Jackson e Os Olimpianos - Livro 1 - O Ladrão de Raios

30 de maio de 2011

Percy Jackson e Os Olimpianos - Livro 1 - O Ladrão de Raios

Percy Jackson é um garoto de 12 anos que muitos de nós, a primeira vista, consideraria como um menino normal. Só que normal infelizmente não é um adjetivo que ele possa utilizar pra descrever sua vida. Ele sofre de dislexia e déficit de atenção, tem um padrasto que o odeia e não consegue fazer amigos porque está constantemente mudando de escola, não que seja sua culpa, mas coisas estranhas acontecem com ele o tempo inteiro.
Durante uma excursão de escola, Percy é atacado por uma de suas professoras, que, diga-se de passagem, é bem mais que uma simples professora de álgebra, na realidade ela é uma das Fúrias de Hades, o Deus dos Mortos. Percy só escapa porque é ajudado por seu professor paraplégico Quiron, quando este joga para Percy uma caneta chamada Contracorrente que se transforma em uma espada. Percy se utiliza dela para matar a professora e ficar a salvo.
Achou tudo meio louco até agora? Espere pra ver o que vem a seguir!
Depois dessa confusão toda, Percy descobre que é um meio sangue, ou seja, que é filho de um dos Deuses do Olimpo com uma mortal. Sua mãe então decide, juntamente com Quiron e Grover (amigo da escola de Percy), que o melhor para ele é ir para o Acampamento Meio Sangue. Um lugar onde os mestiços ficam em segurança.
Percy parte junto com a sua mãe para o acampamento, mas quando estão bem próximos, são atacados por um Minotauro. Percy consegue derrotá-lo, mas não antes do monstro transportar sua mãe para algum lugar desconhecido.
No Acampamento, ele descobre ser filho do deus Poseidon, um dos três grandes, e é acusado por Zeus de ter roubado seu Raio Mestre devido a uma rivalidade que existe entre os dois deuses.
Começa então a aventura de Percy juntamente com seus amigos Grover, que se revelou um Sátiro e Annabeth filha de Atena, para recuperar o Raio Mestre de Zeus em apenas 10 dias. Se eles não conseguirem, Zeus irá declarar guerra a Poseidon.
A princípio eles desconfiam de Hades, e quando vão ao Mundo Inferior procurar pelo Raio, descobrem que é lá que a mãe de Percy está e conseguem salvá-la.
Depois de muita reviravolta, eles descobrem que na verdade foi Ares o Deus da guerra quem roubou não só o Raio Mestre, como também o Elmo de Hades. Ele foi manipulado por Luke, um dos campistas, filho de Hermes, que estava agindo sob comando do titã Cronos, que quer se reerguer e destruir o Olimpo.
Apesar de quase ser morto pro Luke, Percy recupera o Raio Mestre e o devolve para Zeus, restaurando a paz entre ele e seu pai.
Depois de quase matar Percy com um escorpião do Mundo Inferior, Luke foge do Acampamento Meio Sangue, fazendo com que Percy prometa pra si mesmo que assim que estiver pronto, em relação a treinamento, vai encontrá-lo.
Bom, sou suspeita pra falar deste livro porque adoro mitologia grega, e achei que essa mistura com os tempos atuais foi muito bem sucedida. Rick Riordan foi realmente muito criativo. Demorei pra pegar esse livro porque ainda estava na minha fase Harry Potter, mas sinceramente, um não tem absolutamente nada haver com o outro.
Além de se divertir com a história, você acaba aprendendo mitologia sem perceber. Aprende sobre os três grandes, sobre os semideuses como Hércules e Perseu (que foi inspiração para o nome a Percy), sobre a medusa enfim, é um livro muito instrutivo.
Se você estiver com receio de ler por conta das críticas ao filme, não se preocupe! O filme não representa nem de longe o que o livro nos conta. Como qualquer bom livro, ele nos trás muito mais detalhes que valem a pena conhecer.
Gostei tanto que comprei e deixei na minha estante.

comentário(s) pelo facebook:

Nenhum comentário:

Postar um comentário