Frases Soltas: Dragões de Éter - Caçadores de Bruxas

9 de maio de 2011

Dragões de Éter - Caçadores de Bruxas

Nova Éther é um reino místico cheio de fantasia. Ele é governado por Rei Primo, um filho de moleiro que conquistou o direito de ser Rei após uma longa caçada às bruxas e sua rainha Terra, uma fada que abdicou de seus dons para se tornar humana e viver ao lado de seu amado. Da união dos dois nasceram Axel (o príncipe da plebe) e Anísio (aquele que foi treinado para assumir o trono), dois príncipes almejados e admirados pelas mulheres do reino.
Mas esse reino não é composto só da monarquia. Encontramos na plebe pessoas bem interessantes também. Pessoas como Ariane Narin, uma criança que há poucos anos presenciou um lobo devorar a sua vovozinha sem piedade e que depois desse fato ficou conhecida pela cor do capuz que usava no dia. E também pessoas como João e Maria que um dia, enquanto caminhavam numa floresta, encontraram uma casa feita de doces e se deparam com a verdadeira encarnação do mal.
Quando a cidade é invadida por um pirata sanguinário chamado Coração-de-Crocodilo, filho bastardo de Capitão Gancho, se iniciam os grandes mistérios que pouco a pouco vão sendo desenrolados numa trama que no começo não faz muito sentido, mas que com o passar das páginas percebe-se ser muito bem costurada.
Mergulhamos nesse mundo novo através de personagens que já nos são conhecidos desde a nossa infância, mas que nos são apresentados de uma forma completamente diferente da qual estamos habituados. É realmente muito interessante conhecer mais profundamente, ainda que de forma fictícia, os personagens que nos fizeram viajar nos contos de fadas.
Como bom primeiro livro de uma trilogia, Caça às Bruxas deixa algumas lacunas em aberto que acredito que serão preenchidas nos próximos livros.
Cada dia que passa fico mais apaixonada pelos escritores brasileiros do gênero. Quem foi que disse que literatura fantástica de qualidade só existe lá fora?
Raphael Draccon provou que veio pra ficar, e ficar entre os melhores!



comentário(s) pelo facebook:

Nenhum comentário:

Postar um comentário